Música

Cerca de 50 mil pessoas no festival Viana Bate Forte

Cerca de 50 mil pessoas no festival Viana Bate Forte

A zona histórica de Viana do Castelo, foi invadida nas noites de sexta-feira e sábado, com mais uma edição do festival Bate Forte, que privilegia a música portuguesa, com concertos gratuitos ao ar livre.

Números provisórios da organização indicam que "mais de 50 mil pessoas" terão passado pelas cinco praças onde, durante os dois dias, decorreram 28 espetáculos.

"O festival Viana Bate Forte 2018 superou todas as nossas expectativas. Tínhamos a perceção de que ia ser bom, mas o êxito foi total. Pelas imagens de drone calculamos que tivemos mais de 50 mil pessoas na cidade. As cinco praças estiveram totalmente cheias. Foi o dobro de espetadores do ano passado", declarou este domingo ao "Jornal de Notícias", a vereadora da Cultura da Câmara de Viana do Castelo, Maria José Guerreiro, destacando o facto de o evento de cariz urbano, ter decorrido "de forma pacífica e sem incidentes".

Na 3.ª edição do Viana Bate Forte, motivaram enchentes no palco principal, na Praça da Liberdade, nomes como Salvador Sobral, Gisela João, Carolina Deslandes e Ana Bacalhau. Noutros pontos da cidade atuaram também Dead Combo, Manel Criz, Bezegol, DJ Vibe, Mundo Segundo e Sam the Kid, Linda Martini, Mishlawi, Oxi Patina, Ré Menor, Jorge da Rocha, 47 de fevereiro, DJ Wilson Honrado, The Legendary Tigerman, SlowJ, DJ Patife, Elisa Rodrigues, Noiserv, NBC, Jarojupe, O Gajo, Cálculo, DJ Nuno Luz e Barry White Gone Rong. O evento contou no ano passado com a presença de cerca de 25 mil pessoas pessoas

ver mais vídeos