Romaria

Mordomas dos 15 aos 79 anos aclamadas nas ruas de Viana

Mordomas dos 15 aos 79 anos aclamadas nas ruas de Viana

Milhares de pessoas presentes em Viana do Castelo aproveitaram todos os espaços para assistir ao desfile D'Agonia.

Setecentas e oito mulheres com idades entre 15 e 79 anos, desfilaram, ontem à tarde, pelas ruas de Viana do Castelo, trajadas com fatos à vianesa sob a aclamação de milhares de pessoas. Foi o primeiro grande número da romaria d"Agonia, que começou anteontem, e à qual o público aderiu em força, apinhando-se nos passeios, em cima e por baixo das bancadas, e até por entre as barracas do artesanato na marginal.

As mordomas, com trajes vermelhos, pretos, azuis e verde, e grande quantidade de ouro ao peito e orelhas foram aplaudidas de forma entusiástica, tal como os gigantones e cabeçudos, que animaram o desfile dançando ao som do forte ribombar dos bombos.

PUB

"É um orgulho, uma alegria, uma responsabilidade, as mordomas voltarem no figurino habitual, com toda esta pujança e com todo estes brio que se vê e que em Viana chamamos a chieira", comentou Manuel Vitorino, presidente da Viana Festas, associação promotora das festas da cidade (e vice-presidente da Câmara).

A participação no desfile é permitida a raparigas a partir dos 14 anos e sem limite de idade. Este ano, a mordoma principal foi Maria Lima de 25 anos, que dá rosto ao cartaz da romaria. "É o momento mais importante, porque é a primeira vez que me dou a conhecer às pessoas na cidade. Tenho recebido muito carinho e essa é a melhor parte de ser mordoma", comentou, ansiosa, antes do arranque do Desfile da Mordomia.

Ex-ministro é padrinho

O ex-ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, a quem foi incumbida este ano a função de "padrinhos" das festas, acompanhou o desfile.

"É a primeira vez que tenho esta honraria de ser presidente da comissão de honra das festas e de ver este bem trajar e o bem ourar", disse, comentando que "este ano nota-se mais pujança", porque, após a pandemia, as pessoas "têm dois anos de chieira [brio] para mostrar em 2022".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG