Buscas

Pescador desaparecido desde sábado em Viana não tinha colete

Pescador desaparecido desde sábado em Viana não tinha colete

O pescador de Viana do Castelo que se encontra desaparecido desde sábado, após ter saído pela manhã para a pesca, não tinha colete salva vidas. Este foi encontrado a bordo da embarcação no dia do seu desaparecimento.

A informação foi adiantada pelo Comandante da Capitania do Porto de Viana do Castelo, Luís Matias, esta quinta-feira, sexto dia de buscas para encontrar Arisberto Dias de 64 anos.

Um dispositivo mais reduzido que o inicial continua a bater a área marítima onde se suspeita que o pescador possa ter caído à água e também as margens. "Mantivemos as buscas por terra e um meio salva vidas a patrulhar a zona mais próxima onde o pescador terá caído. Estamos a fazer esforços no sítio onde habitualmente ia pescar", declarou o Comandante Luís Matias, considerando a possibilidade de o corpo se encontrar local.

"Pode ter ido mais para Norte ou submergiu logo, porque não tinha colete. O colete estava a bordo da embarcação". "Os meios não são os mesmos mas amanhã (6.ª feira) ainda vamos outra vez à água no mesmo sítio. Pode ser que tenha ido ao fundo e com o passar do tempo, e com as águas frias como estão, a 12º, venha à superfície", acrescentou.

A embarcação de recreio, com seis metros, onde Arisberto Guia, saiu para pescar sábado de manhã, foi encontrada no próprio dia, cerca das 17.10 horas. Cerca de uma hora depois da sua mulher ter dado o alerta para o seu desaparecimento.

O pescador natural e residente em Viana do Castelo, é muito popular na zona da Ribeira, onde a população o conhece por "Berto" e lhe reconhece o dom para cantar o fado. Homem do mar, praticava habitualmente pesca lúdica.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG