Premium

Petição para "Salvar o prédio Coutinho" chega ao Parlamento

Petição para "Salvar o prédio Coutinho" chega ao Parlamento

Deputados eleitos pelo Alto Minho apelam a uma "solução digna" para os moradores do Prédio Coutinho, que está para ser demolido desde 2000.

Viana do castelo A petição pública "Salvar o prédio Coutinho" de Viana do Castelo, lançada há mais de um ano na Internet, foi aceite na Assembleia da República (AR). O peticionário principal, Ronald Silley, um dos proprietários que recusam um acordo com a sociedade VianaPolis para entregar a sua fração no edifício, já foi notificado da deliberação. Fonte da AR confirmou ao JN que a petição "entrou na Assembleia e encontra-se a aguardar despacho do presidente da assembleia, para baixar para a comissão competente".

Contactados os seis deputados (três do PS e três do PSD) recém-eleitos pelo distrito de Viana do Castelo e que serão empossados amanhã, todos desejam "uma solução digna" para o caso que se arrasta há quase 20 anos. O JN questionou também o cabeça do lista do PS, Tiago Brandão Rodrigues, entretanto indigitado ministro da Educação, mas não obteve resposta.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG