Assembleia

Petição "Salvar o Prédio Coutinho" chumbada na Comissão de Ambiente

Petição "Salvar o Prédio Coutinho" chumbada na Comissão de Ambiente

A Comissão de Ambiente, Energia e Ordenamento do Território chumbou esta tarde a admissibilidade da petição "Salvar o Prédio Coutinho" para discussão na Assembleia da República (AR).

Ao Jornal de Notícias, o deputado do Partido Socialista (PS), membro daquela comissão, José Manuel Carpinteira, declarou: "Não foi admitida por questões legais. Isto é porque já há decisões judiciais sobre o assunto. Todos os partidos votaram contra, exceto o PAN, que votou a favor. O Livre também estava presente".

A petição com 4595 assinaturas, foi lançada há mais de um ano na Internet por um antigo morador do Edifício Jardim (vulgarmente conhecido por prédio Coutinho) em Viana do Castelo.

O imóvel com 13 andares, construído na década de 70 do século passado no centro histórico de Viana, por Fernando Coutinho, está para ser demolido, no âmbito do programa Polis, desde 2000. Desde então, o projeto tem sido reiteradamente contestado nos tribunais por moradores.

Há processos já decididos e outros ainda pendentes de decisão. No prédio, onde chegaram a viver cerca de 300 pessoas, seis frações continuam ocupadas.