Exclusivo

Prédio Coutinho deixa de existir em março do próximo ano

Prédio Coutinho deixa de existir em março do próximo ano

A demolição do edifício vai arrancar em força em meados de outubro. A empreitada vai ficar por 1,2 milhões de euros.

A demolição do prédio Coutinho em Viana do Castelo vai iniciar-se "em força" na segunda quinzena de outubro e deverá estar concluída no final de março de 2022, disse ontem o vice-presidente da VianaPolis. Tiago Delgado explicou que "na segunda-feira foi iniciada a remoção de materiais, como madeiras, alcatifas, vidro e alumínio do bloco norte" do edifício de 13 andares no Centro Histórico da cidade.

"Todo esse material tem o seu destino, uma parte irá para reciclagem, a outra para entidades certificadas", disse. "Dentro de 15 dias a três semanas, provavelmente na segunda quinzena de outubro, será iniciada a desconstrução pesada do prédio, com recurso a um camião basculante, com um braço de 30 metros, para partir paredes, lajes e betão. Os trabalhos deverão estar concluídos no final de março. Só permanecerão a cave e paredes periféricas, para evitar derrocadas, até arrancar a construção do novo mercado municipal", especificou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG