Windfloat Atlantic

Primeira plataforma de parque eólico flutuante vai ser instalada ao largo de Viana

Primeira plataforma de parque eólico flutuante vai ser instalada ao largo de Viana

A primeira plataforma do parque eólico flutuante Windfloat Atlantic (WFA) vai em breve ser instalada no mar, a 20 quilómetros da costa de Viana do Castelo.

Segundo informação divulgada esta segunda-feira pelo gabinete de comunicação da EDP, líder do consórcio promotor, Windplus, a estrutura "está a ser transportada para alto mar", após ter zarpado de Ferrol, em Espanha. A futura central eólica será constituída por três plataformas semi-submersíveis e com 30 metros de altura, a instalar ao largo de Viana, com "uma distância de 50 metros entre si". Estruturas que foram fabricadas nos portos de Setúbal, em Portugal, e de Avilés e Ferrol, em Espanha".

O Windfloat Atlantic representa um investimento de 125 milhões de euros e é o primeiro parque eólico offshore flutuante da Europa. Produzirá o equivalente à energia consumida por 60 mil casas ao longo de um ano.

O consórcio promotor do projeto é liderado pela pela EDP Renováveis (79,4%) e composto ainda pela Repsol (19,4%) e pela Principle Power Inc. (1,2%). O parque eólico foi contestado pela comunidade piscatória de Caminha a Castelo de Neiva, por causa das alegadas perdas para o sector da pesca, com a ocupação do espaço marítimo, mas entretanto os ânimos serenaram face a indemnizações concedidas pelos promotores.

Outros Artigos Recomendados