Energia

Segunda plataforma a caminho de parque eólico ao largo de Viana

Segunda plataforma a caminho de parque eólico ao largo de Viana

A segunda plataforma do parque eólico, que está a ser instalado no mar ao largo de Viana do Castelo, está a caminho para instalação nos próximos dias. A primeira estrutura foi instalada em outubro.

Segundo comunicado divulgado esta segunda-feira pela EDP Energias de Portugal, o projeto WindFloat Atlantic dá assim "mais um passo decisivo para o arranque do primeiro empreendimento eólico flutuante da Europa.

"A segunda das três plataformas do projeto WindFloat Atlantic saiu do porto de Ferrol, em Espanha, este domingo, 29 de dezembro, rumo ao local onde será instalada, a 20 quilómetros da costa de Viana de Castelo", informa, referindo que a plataforma flutuante é semelhante há primeira. Mede 30 metros de altura e possui uma distância de 50 metros entre cada coluna.

"O primeiro parque eólico flutuante da Europa continental ficará concluído quando chegar a terceira e última plataforma", refere o mesmo comunicado, adiantando que "assim que estiver operacional, o parque contará com uma capacidade total instalada de 25 MW, o equivalente à energia consumida por 60 mil utilizadores durante um ano".

O projeto liderado pelo consórcio Windplus, constituído pela EDP Renováveis (54,4%), Engie (25%), Repsol (19,4%) e Principle Power Inc. (1,2%), será "composto por três turbinas eólicas assentes em plataformas flutuantes ancoradas ao fundo do mar apenas com correntes a 100 metros de profundidade".

Inclui ainda "tecnologia de ponta que minimiza o impacto ambiental e facilita o acesso a recursos eólicos inexplorados em águas profundas".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG