JN Rede de Notícias

Desempregada de Cerveira mobiliza mais de 100 voluntárias para costurar batas e toucas

Desempregada de Cerveira mobiliza mais de 100 voluntárias para costurar batas e toucas

Desempregada, Paula Santos, de Vila Nova de Cerveira, decidiu que era tempo de agir e lançou um apelo nas redes sociais. Em menos de 24 horas, reuniu 110 mulheres dispostas a costurar batas e toucas para ajudar no combate à Covid-19.

"Hoje começamos a produzir as primeiras batas e toucas que vão ser enviadas para três hospitais do Porto. O objetivo é depois produzirmos para o hospital de Viana do Castelo e outros que precisem. As batas e toucas são só para os hospitais e centros de saúde, para serem esterilizadas e assim não colocarmos a causa a saúde pública", afirmou, esta quarta-feira, Paula Santos.

Leia mais em AltoMinho TV

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG