Alijó

Tromba de água inundou casas e provocou derrocadas no Pinhão

Tromba de água inundou casas e provocou derrocadas no Pinhão

A chuva intensa que caiu, quinta-feira, por volta das 18 horas, inundou a vila do Pinhão, Alijó. Uma habitação chegou mesmo a ser atravessada pela força das águas, tendo ficado o recheio da casa completamente destruído.

"Há estragos bastante significativos, em especial numa habitação cujo recheio ficou completamente destruído e com danos avultados ao nível da infraestrutura", afirmou o vice-presidente da Câmara, José Paredes. A chuva intensa provocou ainda danos consideráveis ao nível de infraestruturas públicas, sobretudo muros de suporte que desabaram, e o saneamento na zona baixa do Pinhão ficou obstruído.

António Pinto, proprietário da casa mais afetada, perdeu todo o recheio da casa. "Mobília, roupa, perdi tudo. Está tudo cheio de água e lama. Nem a roupa que trago agora é minha", revelou. O pior não aconteceu porque não estava ninguém em casa à hora do "dilúvio".

Esta manhã, o cenário era de limpeza e de contabilização de estragos. José Paredes adiantou que "ainda é prematuro apontar valores ao nível dos estragos". Segundo o comandante da Proteção Civil, José Rebelo, os estragos afetaram sobretudo a rua principal do Pinhão, junto à Estação Ferroviária, que ficou "cheia de entulho e lama".

A estrada nacional entre Favaios e Pinhão foi também afetada pelo desabamento de taludes e deslizamento de terras, mas a circulação já foi normalizada. Ao nível das culturas verificam-se estragos na freguesia vizinha de Castedo.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG