Exclusivo

Turistas no Douro: "Nossa! Foi bom demais pisar uvas dentro de um lagar!"

Turistas no Douro: "Nossa! Foi bom demais pisar uvas dentro de um lagar!"

Turistas brasileiros participaram numa atividade que ainda é privilegiada no Douro, nomeadamente pelos produtores de vinho do Porto.

A brasileira Rosângela Ibañez até poderia ter imaginado celebrar 62 anos de vida com um copo de vinho do Porto na mão. Mas não com os pés mergulhados no mosto, dentro de um lagar tradicional de pedra. Aconteceu em Cabeda, Alijó, onde ouviu os "parabéns a você" de familiares e amigos que a acompanharam na atividade turística, com coro no lagar ao lado, onde trabalhadores da empresa Costa Boal Family Estates marchavam sobre outras uvas.

Luís Carcau, Bruno Borges, Luís Rosa, Eurico Gonçalves e João Freitas já iam com três horas de "um, dois, esquerdo, direito" quando o grupo de Rosângela chegou. Os turistas, brasileiros de Santa Catarina, passaram a tarde a bordo de um barco no rio Douro a encher os olhos com a paisagem vinhateira que é Património Mundial há 20 anos. Para o fim da tarde reservaram uma experiência nova. "Nossa! Foi bom demais pisar uvas dentro de um lagar!" exclamou a aniversariante, que já conhecia Braga, mas nunca tinha tido o "privilégio" de ir ao Douro. "Foi lindo, maravilhoso, amei!" O mais irrequieto foi o menino Martim, o que mais piada achou a ter as pernas pintadas de tinto. Os graúdos deram mais solenidade ao modo de fazer vinho que sempre se empregou antes de aparecerem as máquinas. "Achei que isto já nem existia. É uma experiência muito legal e gostosa", confessou Jorge Poli.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG