Vila Real

Incêndio destruiu parte do posto da GNR de Mesão Frio

Incêndio destruiu parte do posto da GNR de Mesão Frio

Uma parte do quartel da GNR de Mesão Frio, no distrito de Vila Real, ficou inutilizada esta sexta-feira, devido a um incêndio que começou, por volta das 4.30 horas, na zona de camaratas, no primeiro andar.

"Parte do edifício não se encontra em condições de ser utilizado", referiu o major Eduardo Lima, relações públicas do comando de Vila Real da GNR.

Os 20 militares que ali prestam serviço vão passar para umas instalações provisórias cedidas pela Câmara Municipal de Mesão Frio, que ficam a 50 metros do posto atual. Os serviços de atendimento e patrulhamento da GNR "estão garantidos", realça Eduardo Lima.

A situação vai manter-se até se recuperado o edifício, o que deverá ocorrer "em breve".

Agora, vai ser investigada a origem do incêndio, que poderá estar relacionada com uma lareira existente no primeiro andar.

O comandante dos bombeiros de Mesão Frio, Paulo Silva, disse à Lusa que os operacionais se depararam com "uma situação muito complicada" devido ao rebentamento de munições e que, por isso, o combate ao incêndio só se efetuou após se verificarem as condições de segurança.