Montalegre

Mergulhadores da GNR reforçam buscas por desaparecida

Foto Arquivo / Global Imagens

Mergulhadores da GNR reforçaram hoje as buscas pela mulher de 38 anos dada como desaparecida em Vilarinho de Negrões, concelho de Montalegre, que decorrem na albufeira do Alto Rabagão e nas imediações da aldeia, segundo fonte policial.

De acordo com a fonte do Comando Territorial de Vila Real, o alerta para o desaparecimento foi dado por familiares da mulher no domingo à noite.

Cinco mergulhares da Guarda reforçaram hoje as operações de busca, centrando atenções na albufeira da barragem do Alto Rabagão, onde está também uma equipa náutica com um barco.

As buscas prosseguem ainda por terra, nas imediações da aldeia do distrito de Vila Real.

No local estão ainda dois binómios da esquadra de cavalaria (homem/cavalo) e três cinotécnicos (homem/cão), a equipa que opera com o 'drone' que dispõe de câmara térmica, ainda uma equipa de resgate de montanha da Unidade Especial de Proteção e Socorro (UEPS) e 10 militares da estrutura territorial (postos e destacamento).

Para esta operação, a GNR mobilizou um total de 27 militares e conta ainda com o apoio dos bombeiros de Montalegre.

Numa primeira informação, a GNR disse que a mulher tem 30, retificando hoje para os 38 anos.

Segundo a página da Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil (ANEPC), as buscas tiveram início pelas 21:30 de domingo e, na segunda-feira, chegaram a estar no terreno 49 operacionais, da GNR e bombeiros, apoiados por 15 viaturas.