Premium

Chefs até água levam de Montalegre para preparar fumeiro 

Chefs até água levam de Montalegre para preparar fumeiro 

Cozinheiros de todo o país abastecem-se na feira que começa esta quinta-feira e termina no domingo.

Marco Gomes, chef de cozinha do restaurante Oficina, no Porto, já tem casa cheia para o cozido à barrosã que vai preparar no primeiro fim de semana de fevereiro. O fumeiro e as carnes foram encomendados a um produtor de Montalegre, onde, de hoje até domingo, deverão ser vendidas 60 toneladas de derivados dd porco na feira organizada pela Câmara.

Mas Marco, tal como mais umas dezenas de chefs de todo o país que vão encontrar-se lá no domingo, não regressará de Montalegre apenas com carnes. Haverá espaço na bagageira para batatas, couves e, até, água recolhida em fontes naturais e de qualidade comprovada. "Já fizemos testes. Partimos uma cabeça de porco ao meio. Metade a cozer numa panela com água de Montalegre e a outra metade noutra com água do Porto. A primeira não ficou tão lamacenta e a textura da carne era muito melhor", confessa Marco Gomes.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG