O Jogo ao Vivo

Vila Real

Utente de lar em Montalegre com covid-19 após consulta com dois médicos infetados

Utente de lar em Montalegre com covid-19 após consulta com dois médicos infetados

A Santa Casa da Misericórdia de Montalegre revelou esta quarta-feira ter detetado uma utente do lar com covid-19 em testes de despistagem realizados após informação de que dois médicos do centro de saúde local estavam infetados.

A provedoria da Santa Casa da Misericórdia de Montalegre disse em comunicado que, depois de ter conhecimento que havia dois médicos infetados por covid-19 no centro de saúde de Montalegre, tomou a iniciativa de "testar dois utentes e uma funcionária que tinham ido a consulta com os referidos médicos", tendo sido testadas mais quatro trabalhadoras.

"Tivemos o resultado hoje e uma utente testou positivo para a covid-19. É uma senhora de 80 anos e está assintomática", esclareceu a instituição, que suspendeu as visitas por cautela.

A Misericórdia referiu que aquela utente "tinha ido ao centro de saúde de Montalegre e duas vezes ao Hospital de Chaves" e que esteve "sempre em isolamento" no Lar São José.

Até sexta-feira, vão ser testados todos os utentes e funcionários da instituição, sendo que os 22 trabalhadores que tiveram contacto com a idosa foram testados esta quarta-feira.

Por precaução, a Misericórdia suspendeu as visitas ao lar e assegurou que a utente com covid-19 está num quarto com acesso direto para o exterior, sendo por aí que é prestado todo o serviço, evitando passagem ou contactos do pessoal no interior.

PUB

As autoridades não estão a associar estes casos positivos na sede do concelho com o surto na freguesia de Salto, que dista cerca de 40 quilómetros de Montalegre e onde se contabilizam esta quarta-feira cerca de 50 casos de covid-19.

O surto nesta localidade foi detetado há uma semana no Lar de Nossa Senhora do Pranto e alastrou-se para a comunidade, havendo, por exemplo, casos positivos nas escolas, nos bombeiros e na junta

Alberto Fernandes, presidente da Junta de Freguesia de Salto, disse que as ruas da vila estão, por estes dias, praticamente vazias, que já há estabelecimentos comerciais fechados e que à escola básica só foram esta quarta-feira duas crianças, num universo de cerca de 70.

O autarca considera que as pessoas "estão apreensivas e retraídas", mas "a enfrentar" o problema.

Esta quarta-feira realizaram-se testes a uma turma da Escola do Baixo Barroso (Venda Nova) e também a funcionárias e crianças do jardim de infância de Salto.

No distrito de Vila Real, o concelho de Montalegre é o que contabiliza mais casos ativos de infeção pelo novo coronavírus.

Outras Notícias