Artes/Etc

Concerto celebra vida de músico alemão que escolheu Murça para viver

Concerto celebra vida de músico alemão que escolheu Murça para viver

Família e amigos homenageiam o músico de origem alemã Paddy-B. Nascido em 1956, Gerd Berend apaixonou-se pela Irlanda, ainda na adolescência, e depois por Portugal, radicando-se em Murça, em 2005.

Um concerto, sábado, e uma exposição que estará patente até 18 de abril, dão corpo a "Celebrating Life", o tributo de amor a um homem simples, mas rico, que se expressou num todo através da arte, essencialmente pela música e também pela pintuRa.

Viajou para a Irlanda, com 16 anos. Apaixonou-se pelo país, cultura e música. No regresso à Alemanha mudou-se da aldeia natal de Wincheringen para Triem. Com o primeiro ordenado, comprou a primeira guitarra e um ano depois, com 17 anos, formou a primeira banda, Tintagel, já com a marca da música irlandesa, que o acompanhou toda a vida.

Foi a mente criativa de mais duas bandas, os Night Cap e Shamrock, e correu Mundo a levar a música irlandesa. Em 2001, juntou-se a Jochen Thieser e Friedemann Vetter para formar a banda Paddy-B. and Celtic Express.

A banda teve sucesso na Alemanha e mais tarde em Portugal, país que entrou na vida de Paddy-B anos antes, em 1996. Já tinha criado raízes na Ibéria, no amor por uma mulher de quem teve dois filhos, Maureen, em 1999, e Pedro, em 2005, ano em que a família Berend se mudou para Murça.

O concerto "Celebrating Life - Tributo a Paddy-B.", está agendado para as 21 horas deste sábado,no Centro de Cultura de Murça.

Mais tarde, no Auditório Municipal, os músicos Jochen Thieser e Frie­demann Vetter, companheiros de Paddy-B na última banda, juntam-se a Tom Hamilton para um espetáculo de música folk irlandesa.