UNESCO

Secretário de Estado reafirma que Património Mundial não está em risco

Secretário de Estado reafirma que Património Mundial não está em risco

O secretário de Estado da Cultura, Francisco José Viegas, reafirmou, esta quarta-feira de manhã, no Peso da Régua, que "não está em risco a classificação" do Alto Douro Vinhateiro, que cumpre 10 anos de Património Mundial.

À entrada para a sessão comemorativa, que decorre no Museu do Douro, o governante disse aos jornalistas que a manutenção do galardão da UNESCO não depende da construção da barragem do Tua, mas de "conseguir minimizar todos os efeitos negativos que a ela pode ter".

Quando Francisco José Viegas chegou ao museu, já algumas dezenas de representantes de várias organizações de protecção do ambiente se manifestavam contra a construção daquele aproveitamento hidroeléctrico e pela defesa do Alto Douro Vinhateiro Património Mundial.

A Quercus, o Geota, a Croaget e o Partido Ecologista "Os Verdes" dispuseram cartazes onde se podia ler "Barragens afundam património. Douro Vinhateiro em risco" e "Douro Património da Humanidade. Vamos preservar e valorizar. Vamos parar a barragem do Tua".

Manuela Cunha, dirigente de "Os Verdes", aproveitou a ocasião para entregar ao secretário de Estado da Cultura uma prenda comemorativa desta data. Simboliza uma gota de água do Douro na qual se reflectem os seus socalcos, uma gota que "Os Verdes" não pretendem que se transforme numa lágrima do Douro pela perda da classificação.

De recordar que, na passada quarta-feira, veio a público um relatório da ICOMOS, uma associação de profissionais da conservação do património e órgão consultivo do comité da UNESCO, em que alertava para a possibilidade de o Alto Douro Vinhateiro perder o estatuto de Património Mundial, por causa da construção daquele aproveitamento hidroeléctrico.

ver mais vídeos