O Jogo ao Vivo

Premium

Famílias de Ribeira de Pena já não vão para contentores

Famílias de Ribeira de Pena já não vão para contentores

Iberdrola vai aumentar valor das indemnizações pelas 52 casas afetadas pelas barragens de Daivões, Alto Tâmega e Gouvães. Famílias já não vão ser realojadas em contentores.

"Ai, Nossa Senhora, que me ouviste! Ainda bem. Ainda bem que já não vamos para os contentores. Que boa notícia! Acho que esta noite vou finalmente conseguir dormir descansada". Foi a chorar de emoção que Maria da Glória Gonçalves, 70 anos, moradora na Rua da Ponte de Arame, em Ribeira de Pena - que vai ser inundada pela barragem de Daivões -, reagiu à notícia de que já não vai ser realojada num contentor. Em vez disso, Maria da Glória e outras cinco famílias terão como alternativa casas arrendadas, no centro da vila, cuja renda será suportada pela Iberdrola. A mudança acontecerá até ao final do ano. O Natal ainda será na casa em que vive há mais de 40 anos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG