Vila Pouca de Aguiar

Presidente do PSD ataca terceiro mandato

Presidente do PSD ataca terceiro mandato

O PS só conseguiu destronar o PSD (sozinho ou em coligação) do poder em Vila Pouca de Aguiar nas eleições de 1993 e 1997. Os sociais-democratas recuperaram o poder em 2001 em coligação com o CDS-PP. Mas o PS vendeu cara a derrota, pois a vantagem do principal concorrente foi de apenas 21 votos.

A coligação voltaria a vencer, agora mais destacada, em 2005 e, a partir de 2009, o PSD tornou a concorrer sozinho tendo mantido o poder deste então. O PSD recandidata Alberto Machado à presidência da Câmara de Vila Pouca de Aguiar para tentar assegurar o terceiro mandato.

Os socialistas elegeram o empresário e líder do PS na Assembleia Municipal, Octávio Rodrigues, para encabeçar a candidatura à Câmara e tentar recuperar a liderança do concelho que foge há 20 anos.

O pintor de construção civil, de 39 anos, Frederico Fernandes é o candidato do CDS-PP. Nuno Miguel Sousa, engenheiro mecânico de 38 anos, avança pela CDU, enquanto o Chega aposta em Victor Solinho Salgado, inspetor da Autoridade Tributária e Aduaneira, de 53 anos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG