Incêndio

Autarca de Vila Real fala em descoordenação no Túnel do Marão

Autarca de Vila Real fala em descoordenação no Túnel do Marão

A Infraestruturas de Portugal indicou que os sistemas de segurança "funcionaram eficazmente" no Túnel do Marão, após uma viatura se incendiar. O presidente da Câmara de Vila Real fala em "descoordenação total".

Em dois meses, houve dois casos de incêndios em viaturas dentro do Túnel do Marão, na Autoestrada 4, entre Amarante e Vila Real. Esta terça-feira foi um automóvel que ardeu, a 11 de junho foi um autocarro. Em ambos os casos não se verificaram vítimas.

"Temos que ter um sistema preparado para socorrer os sinistrados no Túnel do Marão e mais uma vez ficou provado que o sistema não está afinado. Felizmente não houve vítimas mas parece que é preciso que isso aconteça para que os simulacros sejam feitos como devem ser, para que os testes de segurança sejam afinados, para que o controlo de tráfego passe a ser feito a partir do Túnel do Marão", afirmou o autarca socialista aos jornalistas.

Numa primeira fase após a abertura do túnel, em maio de 2016, o centro de controlo funcionou a partir da infraestrutura, tendo sido, depois, deslocalizado para Almada. Para Rui Santos, os resultados "estão à vista".

"Uma descoordenação total, camiões a fazerem marcha atrás em pleno túnel, carros a virarem-se e a seguirem a faixa em sentido contrário", referiu.

O autarca quer saber, rapidamente, qual o resultado dos inquéritos "que supostamente foram feitos" quer pela Infraestruturas de Portugal (IP) quer pelo Governo, após o primeiro caso de incêndio.

PUB

Sistemas de segurança "funcionaram eficazmente"

A Infraestruturas de Portugal (IP) esclareceu que os sistemas de segurança "funcionaram eficazmente" no Túnel do Marão, assegurando a "deteção imediata" do incêndio num automóvel e contribuindo para a "pronta resposta" das autoridades.

A IP informou, em comunicado, que às 12.26 horas foi detetado pelo Centro de Controlo de Tráfego um princípio de incêndio numa viatura ligeira de passageiros, na galeria sul do Túnel do Marão (sentido Amarante - Vila Real).

De imediato, explicou, foi ativado o plano de emergência e procedeu-se ao corte de tráfego nos dois sentidos de circulação.

A IP referiu ainda que, sob o comando do Centro Distrital de Operações de Socorro, colaborou nas operações de coordenação do trânsito e na retirada em segurança dos veículos que ficaram retidos na proximidade de ambas as entradas do túnel.

Os ocupantes do veículo sinistrado foram retirados em segurança e apenas se registaram danos materiais, com a destruição da viatura e alguns danos em equipamentos no interior do túnel.

A IP salientou que os sistemas de segurança "funcionaram eficazmente, assegurando a deteção imediata da emergência e contribuindo para a pronta resposta das autoridades".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG