Vila Real

"Bruxo de Fafe" dá aula a futuros enfermeiros e gera polémica

"Bruxo de Fafe" dá aula a futuros enfermeiros e gera polémica

Um grupo de alunos da Escola Superior de Enfermagem de Vila Real convidou o "bruxo de Fafe" para uma palestra, que incluiu perguntas e respostas sobre tratamentos adicionais ou alternativos. A Direcção da escola não se associou à iniciativa.

A ideia partiu de alguns estudantes do curso de enfermagem que, oriundos do interior do país, parecem não descurar hábitos ancestrais como o recurso à feitiçaria quando a Medicina se mostra impotente face a determinadas maleitas. A oportunidade de levar um "bruxo" à escola surgiu no âmbito da disciplina de Opção 3 - Terapias Complementares, e traduziu-se numa palestra subordinada ao tema das "Medicinas alternativas". O convidado foi Fernando Nogueira, mais conhecido como o "bruxo de Fafe". Numa sala apinhada de alunos, e alguns professores, o convidado começou por dizer que não era "bruxo", mas "médium de incorporação", o que traduziu como uma alegada capacidade de encorpar espíritos que andam no mundo a "desassossegar os vivos", e expulsá-los "para o lugar deles, no outro mundo".

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG