Autárquicas

PSD e CDS concorrem coligados em sete concelhos de Vila Real

PSD e CDS concorrem coligados em sete concelhos de Vila Real

Sociais-democratas avançam sozinhos noutros sete municípios.

O PSD apresentou esta segunda-feira, publicamente, as pessoas que vão encabeçar as candidaturas do partido às 14 câmaras do distrito de Vila Real. Em sete delas, os sociais-democratas vão coligados com o CDS-PP.

Os dois partidos avançam com José Paredes à Câmara de Alijó, para tentar repetir o sucesso de há quatro anos. Nos outros seis, pretendem retirar o PS do poder. Em Chaves, a coligação aposta no ex-presidente da Câmara de Valpaços, Francisco Tavares. José Moura Rodrigues é candidato em Montalegre. Carlos Alberto Carvalho apresenta-se a votos em Ribeira de Pena. Em Santa Marta de Penaguião avança Daniel Teles. António Teixeira é o cabeça de lista em Mesão Frio e em Vila Real o líder da lista é Luís Tão.

O presidente dos sociais-democratas, Rui Rio, participou na segunda-feira, na UTAD, na cerimónia de apresentação dos candidatos e disse que, nas eleições de 2021, "é importante para o país reforçar fortemente a implementação autárquica do PSD".

Excetuando Alijó, o PSD concorre sozinho nos municípios onde ganhou há quatro anos: Fernando Queiroga (Boticas), Mário Artur Lopes (Murça), José Manuel Gonçalves (Peso da Régua), Amílcar Almeida (Valpaços) e Alberto Machado (Vila Pouca de Aguiar). Também não vai coligado em terras de poder socialista: Mondim de Basto, onde apresenta Bruno Ferreira, e Sabrosa, onde concorre Mário Varela.

O CDS candidata Mário Jorge Oliveira à Câmara de Murça e, em Sabrosa, apoia a lista independente liderada por Eduardo Mesquita

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG