Pandemia

UTAD arrancou esta terça-feira com programa de rastreio gratuito na academia

UTAD arrancou esta terça-feira com programa de rastreio gratuito na academia

A Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD) arrancou esta terça-feira com um programa de rastreio gratuito ao novo coronavírus, que decorre até ao Natal e disponibiliza 2600 testes rápidos de antigénio para os estudantes, docentes e funcionários.

"Na sequência do protocolo com o Agrupamento de Centros de Saúde (ACES) - Marão Douro Norte, estamos a disponibilizar os testes rápidos de antigénio, que são úteis para identificar rapidamente casos positivos de covid-19, no sentido de os isolar para limitar o contágio", afirmou a pró-reitora para a Saúde e Bem-Estar, Conceição Rainho, citada num comunicado divulgado pela UTAD.

A universidade especificou que, no contexto das medidas extraordinárias do Estado de Calamidade para Portugal continental, disponibiliza 2600 testes rápidos de antigénio (TRAg) para quem tenha tido contactos de risco.

Assim, até ao Natal, estudantes, investigadores, trabalhadores docentes e não docentes podem realizar testes rápidos de forma gratuita.

O objetivo é "reforçar a estratégia interna de saúde e bem-estar da comunidade académica".

O rastreio decorre duas vezes por semana e quem estiver interessado em realizar um teste deve inscrever-se no website da UTAD e aguardar pelo respetivo agendamento.

Esta campanha de sensibilização é dirigida a toda a comunidade académica e, segundo a academia transmontana, até ao momento, foram realizados mais de 60 testes antigénio.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG