Exclusivo

Canhões contra granizo "salvaram" pomares quatro vezes em Armamar

Canhões contra granizo "salvaram" pomares quatro vezes em Armamar

Equipamentos contra o mau tempo custaram dois milhões de euros. Fruticultores vão começar a pagar sistema em breve.

Os 28 canhões antigranizo em funcionamento em Armamar, a capital da chamada maçã de montanha, já "defenderam" os pomares do concelho do granizo e da trovoada por quatro vezes. Esta nova arma entrou em funcionamento no final do ano passado e já tem resultados, garantem os fruticultores.

Os canhões foram disparados duas vezes em 2021 e outras duas este ano. A última vez em que foram acionados foi nas trovoadas registadas no mês passado, contou ao JN José Osório, presidente da Associação de Fruticultores e da Cooperativa Agrícola de Armamar, as duas organizações de produtores que estão a implementar este novo sistema.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG