O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Mulher de candidato pode ser presa por furar isolamento

Mulher de candidato pode ser presa por furar isolamento

O Ministério aponta quadro punitivo. A GNR foi chamada a mesa de voto, mas já não se cruzou com Aida Ferreira.

A mulher do candidato do PS à Câmara de Castro Daire que foi votar, no último domingo, mesmo estando em isolamento profilático, pode ser punida com pena de prisão ou multa por ter violado o dever de confinamento decretado pelas autoridades de saúde.

Aida Ferreira entrou em isolamento a 23 de setembro, depois de o marido, Fernando Carneiro, ter testado positivo dias antes à covid-19. Estava impedida de sair de casa até 6 outubro, por determinação da delegada de saúde, ainda assim no domingo (26 de setembro) fez questão de cumprir o seu dever cívico.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG