O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Procissão histórica esteve em risco por falta de bois

Procissão histórica esteve em risco por falta de bois

A "Majestosa Procissão de Triunfo", ponto alto das festas em honra de Nossa Senhora dos Remédios, em Lamego, esteve comprometida este ano devido à falta de bois, que, como manda a tradição, são responsáveis por puxarem os andores com várias imagens, entre eles o da padroeira da cidade duriense.

O secular desfile religioso está agendado para a tarde do dia 8 de setembro, sendo que não se realizou nos últimos dois anos devido à pandemia, o que faz com que este regresso esteja a ser encarado com uma enorme expectativa.

Apesar disso, a organização do desfile religioso deparou-se com um problema com o qual não contava: a falta de bois. Há quatro décadas envolvido na realização da procissão, o padre Fernando Albano Cardoso diz que "só este ano é que houve dificuldades em arranjar os animais". "Foi mais difícil do que era normal, as pessoas desfizeram-se dos seus bois", explica ao JN.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG