Mangualde

Ex-autarca de Mangualde suspeito de esconder documentação

Ex-autarca de Mangualde suspeito de esconder documentação

O ex-presidente da câmara de Mangualde, Soares Marques, de 63 anos e o então chefe de gabinete, Ferrinho, de 56 anos, foram constituídos arguidos, suspeitos de terem subtraído um elevado número de documentos pertencentes à autarquia e que agora foram encontrados nas suas residências.

De acordo com a Polícia Juduciária, "com essa subtração de documentos, os dois arguidos impediram a câmara de imputar custos das obras efetuadas por administração direta e ainda que fossem instaurados processos contraordenacionais, o que fez com que estes mesmos processos prescrevessem, causando um prejuízo enorme ao município", explicou ao JN fonte da PJ.

A investigação da PJ começou em 2010 , após uma queixa apresentada pelo atual presidente da câmara, João Azevedo, na qual o autarca fez saber do desaparecimento de documentos.

Após buscas domiciliárias, a documentação foi encontrada nas casas do ex-presidente da câmara de Mangualde e do seu chefe de gabinete.

O processo foi remetido ao Ministério Público , ficando os arguidos a aguardar o desenrolar do processo com Termo de identidade e Residência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG