O Jogo ao Vivo

Mangualde

Fim do turno da noite da Peugeot-Citroën de Mangualde atira 350 para o desemprego

Fim do turno da noite da Peugeot-Citroën de Mangualde atira 350 para o desemprego

A Administração da PSA Citroën de Mangualde confirma que no final do mês de Março a empresa vai acabar com a terceira equipa, que assegurava a produção durante a noite, a partir das 23 horas.

Elísio Fernandes, administrador financeiro da empresa explicou esta manhã ao JN que "não vão ser renovados os contratos a 350 trabalhadores".

A unidade de Mangualde emprega actualmente 1250 pessoas, distribuídas por três turnos. "A partir de um do dia 1 de Abril passaremos a funcionar com apenas dois turnos", explicou o administrador.

A terceira equipa foi criada em Novembro de 2010 com a perspectiva de se manter durante seis meses, mas acabou por sobreviver durante mais um ano.

"Devido às perspectivas negativas do mercado automóvel, a terceira equipa não é sustentável, de acordo com o mesmo responsável.

Actualmente a empresa de Mangualde está a produzir 254 viaturas por dia, sendo que a partir de Abril irá baixar a produção para 186 carros diários.

Elísio Fernandes acrescenta que assim que se verificar uma melhoria no sector, " o terceiro turno poderá ser retomado", adiantou.

PUB

Os trabalhadores, a maioria com contratos a prazo de meio ano, foram informados ontem à noite de que os contratos renovados não seriam renovados.

"Alguns operários abandonaram de imediato as instalações, apavorados e desesperados, ", explicou o presidente da comissão de trabalhadores da PSA, Jorge Abreu.

Elísio Fernandes não confirma nem desmente esta informação, mas garante que durante a noite, a produção automóvel "foi de qualidade".

A comissão de trabalhadores está reunida com a administração da empresa.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG