Acidente

Um morto após queda de carro de rali ao rio em Mortágua

Um morto após queda de carro de rali ao rio em Mortágua

Um carro de rali com dois ocupantes despistou-se, esta quarta-feira, em Mortágua, e caiu ao rio Criz. Uma pessoa morreu no acidente e outra foi transportada para o hospital.

A vítima mortal trata-se de Jorge Amorim, uma personalidade conhecida no meio automobilístico, diretor do rali do Vinho do Dão e diretor-adjunto do rali de Mortágua, e o ferido é o piloto penafidelense João Vinha.

O acidente com o Mitsubishi Lancer deu-se quando os pilotos treinavam na estrada nacional 234. A viatura despistou-se, no limite entre Santa Comba Dão e Mortágua, tendo caído ao rio.

Segundo o comandante dos Bombeiros Voluntários de Mortágua, Luís Filipe Rodrigues, João Vinha foi retirado do local e transportado para o Centro Hospitalar Universitário de Coimbra.

O corpo de Jorge Amorim acabaria por ser encontrado pelas 18 horas, junto à viatura acidentada, após 40 minutos de buscas. José Luís Teixeira, responsável pela equipa de Mergulhadores de Viseu, diz que o copiloto tentou sair do carro, mas que se deve ter desorientado.

No local estiveram 27 operacionais das corporações de Mortágua e Santa Comba Dão.

A viatura foi retirada do local perto das 18.45 horas.

Outros Artigos Recomendados