Autárquicas 2021

PSD desiste da candidatura em Mortágua

PSD desiste da candidatura em Mortágua

O PSD não vai apresentar-se a votos nas próximas autárquicas no concelho de Mortágua. O anúncio foi feito pela concelhia social-democrata que, em comunicado, diz ter sido apanhada de surpresa com a indigitação pela nacional do partido de Júlio Norte, atual presidente de Câmara que acabou por recusar o convite do PSD.

"No dia 3 de março fomos confrontados com o anúncio público do Secretário-Geral do PSD da indigitação para a presidência da Câmara Municipal de Mortágua do seu atual presidente sem que a comissão política fosse formalmente consultada e se pronunciasse sobre o assunto, nos termos dos estatutos do partido", começa por afirmar a concelhia, acrescentando que face à "realidade do concelho, tinha uma palavra a dizer sobre a estratégia autárquica e consequente escolha do candidato do partido" ao município.

A estrutura liderada por Arnaldo Ferreira diz que só muito recentemente foi informada da desistência de Júlio Norte.

"Face a esta nova realidade, a secção desenvolveu esforços para a apresentação de um novo candidato e elaboração de todo o processo de constituição das listas autárquicas tendo, infelizmente, concluído que não era possível contactar e inscrever cerca de 240 candidaturas aos diversos órgãos autárquicos: Câmara e Assembleia Municipal e sete Juntas de freguesia, dentro do prazo legalmente estabelecido (até dia 2 de agosto)", refere.

O PSD de Mortágua sustenta que esta é "uma situação inédita no concelho" e que é alheia à vontade da comissão política concelhia.

"Lamentamos profundamente pelo facto de os militantes e simpatizantes do PSD e os mortaguenses em geral, se verem privados de poderem optar por uma candidatura renovada, apresentada pelo partido que, para mais, teve a responsabilidade de liderar o município nos últimos oito anos", conclui.

PUB

O presidente da concelhia, Arnaldo Ferreira, garante ao JN que "não está previsto dar apoio" a qualquer candidato, nem movimento independente. "Não nos vamos comprometer", afirma.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG