Viseu Dão Lafões

Autocarros da Transdev vão manter-se em circulação

Autocarros da Transdev vão manter-se em circulação

A Transdev, empresa que tinha ameaçado cortar com o transporte de passageiros na região Viseu Dão Lafões devido a uma dívida da Comunidade Intermunicipal (CIM) local, vai dar continuidade ao serviço. A garantia foi dada ao JN por fonte da empresa.

"Os serviços vão continuar. Ambas as partes asseguraram o cumprimento dos seus compromissos e portanto os serviços vão continuar", acrescentou a mesma fonte.

A transportadora tinha ameaçado suspender a 9 de julho as ligações de autocarro, alegando uma dívida superior a 1,2 milhões de euros, referente aos transportes prestados este ano e no quarto trimestre de 2020.

Quem não gostou do ultimato foi a Comunidade Intermunicipal que, sem esconder os valores em atraso, avisou que iria ser obrigada a acionar "os meios legalmente previstos" para que os autocarros não deixassem de circular na região.

A ameaça da Transdev, na altura, acabou por não se concretizar depois de a empresa ter recebido a garantia da CIM Viseu Dão Lafões de que, por um lado, os pagamentos em falta seriam regularizados e, por outro, seria formalizada a relação contratual pela prestação de serviços de transporte mínimos essenciais referentes ao ano de 2021.

Apesar desta garantia, a empresa tinha dado até ao dia 20 de julho à CIM para resolver a situação, o que acabou agora por acontecer.

Caso não se tivesse chegado a acordo iriam parar pelo menos 47 autocarros, que em julho de 2019, antes da pandemia, transportavam uma média diária de 1.200 passageiros. A Transdev, empresa que tinha ameaçado cortar com o transporte de passageiros na região Viseu Dão Lafões devido a uma dívida da Comunidade Intermunicipal (CIM) local, vai dar continuidade ao serviço. A garantia foi dada ao JN por fonte da empresa.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG