Viseu

Câmara de Viseu cedeu "quartinho fechado" para oposição trabalhar

Câmara de Viseu cedeu "quartinho fechado" para oposição trabalhar

O gabinete que o presidente da Câmara de Viseu cedeu aos vereadores da oposição "é um quartinho fechado" criticou, esta segunda-feira, em conferência de imprensa, o vereador do PS, José Junqueiro.

O autarca Almeida Henriques, eleito pelo PSD, anunciou que ia disponibilizar um gabinete à oposição, com apoio de uma secretária, para que os vereadores tivessem todas as condições de trabalho. No entanto, José Junqueiro revelou que o gabinete "nem uma janela tem".

"É um quarto fechado, temos um telefone, uma secretária e algum material arrumado, tal como uma aparelhagem. Não é um gabinete de administradores, nem reúne as condições de trabalho. Respeita o estatuto da oposição e está estrategicamente bem situado: tem o quarto de banho ao lado", ironizou o vereador socialista.

"É neste espaço que temos de trabalhar, é aqui que vamos dar conferências de imprensa e onde vamos receber munícipes", afirmou.

Junqueiro realçou ainda que o gabinete só pode ser usado após uma solicitação prévia aos serviços. A sala disponibilizada aos vereadores é uma divisão junto ao salão nobre, que até aqui era usada pelos jornalista para efetuarem gravações dos atos públicos.

"Antes não tinham nenhum gabinete e agora têm um, o mesmo que é usado pelos vereadores a tempo inteiro para receberem pessoas", argumentou o presidente da câmara de Viseu, Almeida Henriques. "O que ficou combinado é que sempre que a oposição usar o gabinete, deve informar para que possa existir um trabalho de coordenação", esclareceu, sem tecer mais comentários.