Viseu

Fernando Ruas recebe distinção que recusou do antecessor 

Fernando Ruas recebe distinção que recusou do antecessor 

Fernando Ruas, presidente da Câmara de Viseu (PSD), foi distinguido esta quarta-feira, dia 21 de setembro, na sessão solene do feriado municipal, com o Viriato de Ouro, a mais alta distinção do concelho, que o autarca recusou receber das mãos do antecessor Almeida Henriques, que morreu o ano passado com covid-19.

O anterior presidente do município atribuiu logo no primeiro ano de mandado, em 2013, o Viriato de Ouro a Fernando Ruas, depois deste ter deixado a autarquia que liderou durante 24 anos por não poder recandidatar-se.

Na altura, Ruas, que ocupava o lugar de eurodeputado, não quis a distinção "por nunca ter sido convidado para nada" pelo executivo social-democrata de Almeida Henriques, alegando que por isso não fazia sentido comparecer em cerimónias onde não era bem-vindo. Disse mesmo que ao invés do Viriato de Ouro deveria receber era uma "moção de censura".

PUB

O galardão esteve no cofre da autarquia até esta quarta-feira, tendo sido entregue nove anos após a sua atribuição a Fernando Ruas, que a 26 de setembro de 2021 foi novamente eleito presidente do município viseense.

Na hora de receber a distinção, e no discurso da sessão solene do feriado municipal, Fernando Ruas não se referiu à polémica. Agradeceu "aos viseenses o galardão" que lhe foi "destinado" e que recebeu "das mãos do presidente da Assembleia, Mota Faria".

"Agradeço, também, aos viseenses por me terem dado a oportunidade, e por me terem confiado este papel durante os anos em que exerci a presidência da Câmara", afirmou.

"Agradeço, também, a distinta confiança que reforçaram em mim para, depois de um interregno, voltar a servir a cidade e a população de Viseu neste mandato que agora exerço. É uma subida honra e ao mesmo tempo uma responsabilidade acrescida", salientou no discurso onde não conteve a emoção, tendo mesmo chorado.

O autarca destacou ainda que Viseu é "um exemplo a nível nacional", uma vez que é "uma cidade, e um concelho, que cresceu e se desenvolveu nas últimas décadas e que captou novos habitantes".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG