Arqueologia

Lápide de guerreiro com dois mil anos descoberta em Viseu

Lápide de guerreiro com dois mil anos descoberta em Viseu

Uma lápide romana, com dois mil anos, epigrafada, com a representação de um guerreiro, foi descoberta durante os trabalhos de acompanhamento arqueológico das obras de reabilitação do antigo edifício do Orfeão de Viseu, que começaram há um mês.

A peça estava na parede de uma antiga casa, datada de finais do século XIX, no logradouro do antigo Orfeão, tendo sido identificada, durante a primeira fase dos trabalhos arqueológicos, pela empresa EON, especializada em Património e Arqueologia.

"Apesar da peça não estar completa, a primeira avaliação aponta para que se trate de um dos maiores achados que se fizeram em Viseu nos últimos anos e uma descoberta relevante no contexto nacional. Estamos muito entusiasmados com este achado", confessa Fernando Marques, Vereador do Património, Turismo e Marketing Territorial da Câmara Municipal de Viseu.

O guerreiro ostenta um escudo redondo e numa das mãos um punhal. Tem ainda uma inscrição com carateres latinos na extremidade inferior.

"Este achado, conjugado com os vestígios arqueológicos do povoado de Vissaium, recentemente identificados no Largo da Misericórdia, vem comprovar a importância que este povoado da Idade do Ferro assumiu na região, importância essa que terá sido reconhecida pelos Romanos a partir do final do século I a.c, quando foi construída a cidade romana", explica o Município em comunicado.

Com o acompanhamento da Direção-Geral do Património Cultural ,a lápide foi removida e transportada para o Pólo Arqueológico de Viseu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG