Viseu

Presidente da Câmara de Viseu não facilita a vida à Oposição

Presidente da Câmara de Viseu não facilita a vida à Oposição

O novo presidente da câmara de Viseu, Almeida Henriques, eleito pelo PSD, voltou a afirmar esta quinta-feira que não vai alterar o dia das reuniões do executivo camarário para segunda-feira, tal como pretendiam o PS e o CDS.

Isto porque dois dos vereadores, José Junqueiro (PS) e Hélder Amaral (CDS) são deputados na Assembleia da República, o que os obriga a deslocarem-se de propósito entre Lisboa e Viseu para depois regressarem à capital.

A polémica estalou depois de, em entrevista ao JN, o autarca ter afirmado que "quem está na vida pública tem de estar disponível sete dias por semana", argumentou.

Hoje, durante a primeira reunião do executivo, a maioria PSD apresentou uma proposta, aprovada com três votos contra, para que as reuniões se mantivessem à quinta-feira às 9:30 horas "para compatibilizar a atividade de deputados e vereadores, criando todas as condições para que possam participar", justificou Almeida Henriques que, ainda equacionou realizar as reuniões às quintas-feiras à tarde.

Almeida Henriques entende que não se pode condicionar o trabalho de nove vereadores por causa de dois, adiantou.

O presidente do município justificou a decisão com mais um argumento: "As reuniões também não se realizam à segunda-feira porque não queria estar a privar os deputados do contacto com os eleitores do distrito", concluiu.

O socialista José Junqueiro faltou à primeira reunião do executivo, situação desvalorizada por Almeida Henriques. "Deve ter estado ocupado com a atividade parlamentar", declarou.

PUB

Almeida Henriques que afirmou ter "respeito pela oposição" anunciou ainda que vai disponibilizar um gabinete aos vereadores da oposição, que podem ainda solicitar apoio à secretária da presidência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG