O Jogo ao Vivo

Bolsas

Viseu duplica apoio para estudos superiores  

Viseu duplica apoio para estudos superiores  

A Câmara de Viseu vai atribuir, este ano, 131 bolsas para o ensino superior, que são todas as candidaturas elegíveis, apresentadas por famílias carenciadas e numerosas, num total de 110 mil euros.

Aos 50 mil euros que já estavam destinados e previstos no regulamento, o Executivo acrescentou mais 60 mil euros, através do programa "Viseu Ajuda".

"Estamos conscientes das dificuldades extraordinárias que as famílias têm vivido ao longo deste período de pandemia, pelo que decidimos apoiar todas as solicitações que recebemos", justificou o presidente do Município, Almeida Henriques.

O apoio vai ser atribuído a 106 famílias carenciadas e 25 famílias numerosas.

O Município sublinha que 32% dos candidatos solicitaram o apoio pela primeira vez, entrando este ano letivo no Ensino Superior. Os restantes 68% correspondem a estudantes que já frequentam cursos de licenciatura ou mestrado integrado.

Para que as bolsas sejam atribuídas, o agregado familiar tem de residir há, pelo menos, três anos no concelho de Viseu e os estudantes em causa têm de ingressar ou frequentar estabelecimentos de ensino superior em território nacional para a obtenção de uma licenciatura.

"Se numa situação normal, apoios como este podem fazer a diferença e influenciar a decisão das famílias em apostarem na formação superior dos seus filhos, numa altura de exceção como a que vivemos, tornam-se vitais", diz António Almeida Henriques, que considera ser uma forma de ser solidário, apesar de extravasar o regulamento.

PUB

"A boa gestão que temos levado a cabo nos últimos anos permite-nos apoiar os viseenses quando eles mais precisam", concluiu.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG