A estatística diz que na Guiné-Bissau, 81 crianças por cada mil nascimentos não chega aos cinco anos. Triste com este dado, David Freitas decidiu juntar a comunidade e partir para ajudar.

Solidariedade

David vai com leite de substituição materno para a Guiné-Bissau

David vai com leite de substituição materno para a Guiné-Bissau

A partida para Catió, na Guiné, está marcada para este sábado. Durante cerca de mês e meio, David Freitas, de 44 anos, professor de informática no Agrupamento de Escolas nº 1 de Gondomar, dará apoio a bebés e recém-mamãs. David sensibilizou amigos e a comunidade escolar de Gondomar e angariou quatro mil euros para a compra de um Jeep que transformará em ambulância e conseguiu mais de 400 latas de leite de substituição materno para oferecer.

O projeto, que nomeou, "Ambulance for Hearts", envolverá mais uma pessoa, Sofia da Silva, médica, que ficará num hospital da cidade, em regime de voluntariado.

A ideia surgiu quando o professor ouviu falar do "Rally Mongol", "em que as pessoas partem para a Mongólia com um carro mais velho e depois deixam lá o carro também para apoio dos locais." Foi nesse momento que David Freitas pensou: "Por que não levar até algum sítio uma ambulância desativada?". Foi a ONG, A Rota dos Povos, que deu a conhecer a David a "triste realidade" da Guiné-Bissau. "Percebi a importância do leite de substituição materno, num país em que em cada 12 crianças, uma não chega ao quinto aniversário".

Comunidade envolvida

Os materiais recolhidos e o dinheiro conseguido para a compra do Jeep deve-se à ajuda da comunidade escolar, da qual David faz parte. "Este projeto tem também uma missão muito pedagógica", esclarece, desabafando que "as oportunidades perdidas ao acesso à educação de muitos jovens preocupam". "Nesta viagem quero partilhar que quanto mais nos chegamos para sul, conhecemos uma realidade muito diferente da nossa. Se nascemos na Europa, somos uns sortudos", diz. Já em Catió, a organização não-governamental, A Rota dos Povos, a qual David tem ligação, tem previsto colocar no Jeep uma incubadora para servir de transporte de recém-nascidos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG