Um bombeiro usou uma mangueira de pressão de água para tirar um gato de uma árvore. Uma atitude que que está a causar indignação generalizada e motivou queixas de associações de defesa dos animais.

Ponte de Lima

Queixas contra bombeiro que usou mangueira de água para tirar gato de árvore

Queixas contra bombeiro que usou mangueira de água para tirar gato de árvore

O caso aconteceu na quarta-feira na avenida António Feijó, no centro de Ponte de Lima. Foi captado em vídeo, que rapidamente atingiu as 70 mil visualizações, antes de ser apagado.

Um homem presente no local ainda tenta apanhar o gato, que cai desamparado no chão. Segundo apurou o JN, o animal sobreviveu.

A Associação Gira Portugal já anunciou que foi feita uma denúncia para o Ministério Público, para o Serviço de Proteção da Natureza (SEPNA) e para o Partido Pessoas Animais e Natureza (PAN).

A Associação Limiana dos Amigos dos Animais de Rua (ALAAR) também já condenou o comportamento do bombeiro, considerando ter havido "negligência grosseira" na forma como o resgate foi feito.

De acordo com a ALAAR, há cinco dias que a presidente da associação tinha alertado os bombeiros para a existência de um gato numa árvore no mesmo local, ponderando se o gato que caiu será o mesmo.

"No vídeo que aqui publicamos, vemos apenas um bombeiro a lançar água com mangueira de alta pressão sobre o gato. Havendo quatro bombeiros presentes no local seria de esperar que no mínimo, tivesse sido colocada uma rede para amparar a queda do animal que, como se ouve claramente, foi seca e brutal no pavimento", refere a ALAAR, em comunicado.

Tanto a ALAAR como a Gira Portugal adiantam que estão a reunir o máximo de prova testemunhal e documental para sustentar a queixa.

O "Jornal de Notícias" contactou os Bombeiros Voluntários de Ponte de Lima que remeteram esclarecimentos para o comandante da corporação. Contactado, o comandante ainda não pode atender, por se encontrar em formação.

ver mais vídeos