Economia

Agência quer instalar empresas das indústrias culturais na baixa de Coimbra

Agência quer instalar empresas das indústrias culturais na baixa de Coimbra

A Agência para a Promoção da Baixa de Coimbra (APBC) vai lançar um concurso para apoiar a instalação de 20 empresas da área das indústrias culturais e criativas no centro histórico, afirmou hoje o presidente daquela entidade.

O projeto, com um orçamento de 300 mil euros, deverá avançar a breve trecho para o terreno, estando atualmente a ser preparado o caderno de encargos para o lançamento do concurso de ideias, disse hoje o presidente da APBC, Vítor Marques, que falava aos jornalistas no final de um encontro de comerciantes que decorreu hoje.

Até dezembro as empresas têm de estar instaladas na Baixa de Coimbra, sublinhou, referindo que o projeto é apoiado por fundos comunitários.

O dinheiro será investido nas bolsas para as empresas se instalarem na Baixa de Coimbra, acrescentou Vítor Marques.

A ideia, explicou, "não é só dar mais dinâmica, mas ter um setor de atividade diferente que está a crescer, que é importante", na Baixa de Coimbra, podendo esta passar a ter "novas empresas, novos clientes e novos consumidores".

Com isso, quer-se criar nesta zona da cidade "um novo ciclo", frisou Vítor Marques, aclarando que o projeto conta com uma parceria com a associação Startup Incubation Network, sediada em Coimbra.

Durante o encontro de comerciantes, Vítor Marques mostrou-se apreensivo relativamente às lojas que estão a encerrar no centro histórico, tendo sido também debatidas atividades para este ano, estando pensadas noites temáticas, marchas populares ou um concurso de fotografia.

PUB

O presidente da APBC referiu ainda que, após "várias reuniões", conclui-se que a instalação de uma guarda de honra em frente à Igreja de Santa Cruz (onde estão os restos mortais de D. Afonso Henriques e D. Sancho I) seria de difícil execução face aos custos "brutais para o Exército".

Nesse sentido, Vítor Marques propôs a instalação de um lampadário, à imagem daquele que existe no Mosteiro da Batalha e que foi "construído por um grande artista do ferro de Coimbra, Lourenço Chaves Almeida".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG