Economia

China e Taiwan colaboram num satélite conjunto para prever sismos

China e Taiwan colaboram num satélite conjunto para prever sismos

A China e Taiwan fecharam um acordo para cooperarem num satélite de deteção de ondas eletromagnéticas que possa prever sismos.

O satélite será lançado no próximo ano, no âmbito de um projeto conjunto hoje revelado pelo jornal South China Morning Post.

Alguns sismos geram anomalias eletromagnéticas antes de ocorrerem, e este projeto pretende detetar esses fenómenos para tentar prever os sismos, que afetam com regularidade tanto a China como Taiwan.

Esta cooperação entre Pequim e Taipé representa um marco, principalmente tendo em conta a atual relação política entre as duas partes, desde a subida ao poder, no ano passado, da atual Presidente de Taiwan, Tsai Ing-wen, de um partido independentista.

"Esta é a primeira vez. Nunca ouvi falar de cooperação com Taiwan de qualquer tipo neste campo. Este tipo de dados é normalmente secreto", disse ao jornal de Hong Kong Li Zaoshe, um investigador da Academia de Ciências da China, em Pequim.

Este secretismo prende-se com o facto de estes satélites poderem também ter um importante uso militar, como localização de estações de radar ou centros de lançamento de mísseis.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG