O Jogo ao Vivo

Desporto

COMENTÁRIO: FC Porto soma segundo empate na Liga frente ao Desportivo das Aves

COMENTÁRIO: FC Porto soma segundo empate na Liga frente ao Desportivo das Aves

O FC Porto somou hoje o segundo empate da época na I Liga de futebol, por 1-1, frente ao Desportivo das Aves (1-1), em jogo da 12.ª jornada da prova.

Na Vila das Aves, os 'dragões' cedo se colocaram em vantagem, depois do golo de Ricardo, aos seis minutos, mas permitiram a igualdade, aos 63, golo de Vítor Gomes, numa altura em que jogavam com 10, após expulsão de Corona, por acumulação de amarelos, aos 52.

O Desportivo das Aves, com quatro alterações em relação ao jogo com a União de Leiria para a Taça de Portugal - entraram Quim, Rodrigo, Ponck e Arango e saíram Fachini, Pedrinho, Falcão e Derley -, apresentou-se eficaz ofensivamente e com capacidade em criar dificuldades ao guarda-redes portista José Sá, o que se refletiu ao longo de todo o encontro.

No FC Porto, Sérgio Conceição surpreendeu com a inclusão de Soares no 'onze' titular, uma situação que já não acontecia há dois meses e meio.

Os avenses foram os primeiros a criar perigo. Aos quatro minutos, Amilton passou com agilidade pela defesa portista, deixando a bola na zona central da área, onde Salvador Agra, solto à direita, rematou ao lado.

A res+posta contrária não tardou e, dois minutos depois, numa jogada rápida, Soares soltou a bola para Ricardo Pereira, que, de pé esquerdo, atirou na 'cara' de Quim para dentro da baliza, inaugurando assim o marcador.

Depois desse lance, o FC Porto teve a oportunidade de aumentar a vantagem novamente com Soares na jogada. O avançado brasileiro conseguiu fugir pela esquerda da defesa do Aves e rematou forte à baliza, valendo o corte de Ponck para canto.

Na resposta, o Desportivo das Aves, por intermédio de Arango, atirou a bola à barra, naquela que foi a segunda oportunidade de golo para a formação da casa.

Aos 23 minutos, num livre do lado esquerdo, Paulo Machado cruzou a bola para o segundo poste e, nas alturas, Amilton cabeceou ao lado.

Já bem perto do intervalo, e num sinal claro de que a derrota não era opção, o Aves voltou a criar perigo. Após um contra-ataque rápido, Amilton deixou a bola para Salvador Agra, que estava em boa posição para rematar à baliza, mas José Sá, numa intervenção segura, negou essa possibilidade.

A segunda parte iniciou-se praticamente com o FC Porto a ficar reduzido a 10 elementos, depois de Corona ser expulso por acumulação de amarelos. O mexicano fica assim afastado do 'clássico' com o Benfica, no Dragão, na próxima sexta-feira.

Se a situação já estava complicada para os portistas, após a expulsão intensificou-se ainda mais. O Aves aproveitou bem essa situação e o golo da igualdade não tardou em surgir.

Aos 63, após um cruzamento de Amilton na esquerda, Vítor Gomes cabeceou, nas costas de Felipe, para o golo do Desportivo das Aves.

O FC Porto reagiu e o segundo golo esteve à vista. Um passe perfeito de Danilo deixou a bola solta para Aboubakar, que, de frente para a baliza, fez o mais difícil, ao atirar por cima.

O Aves, para segurar o resultado, recuou no terreno, dificultando ainda mais a tarefa dos portistas, que pouco mais conseguiram fazer.