Desporto

COMENTÁRIO: Feirense regressa às vitórias,em jogo com três expulsões

COMENTÁRIO: Feirense regressa às vitórias,em jogo com três expulsões

O Feirense venceu hoje o Rio Ave por 1-0 num jogo marcado pela amostragem de 10 cartões amarelos e três vermelhos, a contar para a nona jornada da I Liga de futebol, disputado no Estádio Marcolino de Castro.

O golo que marcou o regresso do Feirense às vitórias na I Liga, depois de quatro derrotas consecutivas, foi apontado aos 13 minutos, por Luís Rocha, que acabaria por ser expulso ainda na primeira parte, aos 36.

O Rio Ave, tentou reagir à desvantagem, mas a sua tarefa ficou dificultada após as expulsões de Bruno Teles (54) e Marcão (75), num jogo que o Feirense também terminaria com nove unidades, depois da saída de campo por lesão de Luis Henrique (89).

O Feirense criou perigo junto da baliza de Cássio bem cedo, aos quatro minutos, quando João Silva surgiu nas costas da defesa vilacondense e rematou cruzado, com a bola a passar perto do poste.

O Rio Ave sentiu dificuldades para sair em transição para o ataque e, na sequência de um canto apontado por Tiago Silva, Cássio defendeu um primeiro cabeceamento de Flávio Ramos e Luís Rocha desviou em cima da linha de baliza para o primeiro golo da partida, aos 13 minutos.

A resposta da equipa de Miguel Cardoso surgiu aos 31 minutos, quando o guarda-redes Caio Secco foi obrigado a uma defesa por instinto para evitar um autogolo.

A melhor oportunidade do Rio Ave na primeira parte aconteceu aos 40 minutos. Luís Rocha cortou a bola com a mão na área, viu o segundo cartão amarelo e o consequente vermelho, mas na conversão da grande penalidade, confirmada pelo vídeoárbitro, Pelé atirou ao poste esquerdo.

A jogar com menos uma unidade, o Feirense sentiu dificuldades para travar a reação do Rio Ave e recuou no terreno no início da segunda parte.

Contudo, Bruno Teles viu o segundo cartão amarelo aos 54 minutos e o Rio Ave ficou também a jogar com 10.

O equilíbrio regressou ao jogo, que acabou por se tornar quezilento e com muitas paragens. Numa delas, o árbitro Rui Oliveira voltou a consultar o vídeoárbitro para ajuizar uma eventual falta de Marcelo sobre Etebo na área, aos 64 minutos, mas nada assinalou.

Pouco depois, o jogo teria nova expulsão após mais um recurso de Rui Costa ao vídeoárbitro, entendendo que Marcão teve uma entrada violenta sobre João Silva, ficando o Rio Ave reduzido a nove unidades, aos 75 minutos.

Até ao final do encontro, o Rio Ave não encontrou soluções para chegar à baliza do Feirense, que também terminou o jogo reduzido a nove unidades, depois da saída de campo de Luís Henrique por lesão, aos 89 minutos.