Desporto

COMENTÁRIO: Sporting goleia Juventus (4-1) em Turim e renasce na Youth League

COMENTÁRIO: Sporting goleia Juventus (4-1) em Turim e renasce na Youth League

Com uma exibição categórica e irrepreensível, o Sporting ganhou hoje o direito a uma segunda vida na Grupo D da Youth League de futebol, após golear a Juventus por 4-1, em plena Turim.

Rafael Leão (09 e 19 minutos), artista maior deste desafio em Itália, Miguel Luís (41, de penálti) e Jovane Cabral (44) materializaram em golo uma primeira parte demolidora do 'leão'.

Na segunda parte os portugueses geriram a confortável vantagem, principalmente após a expulsão, injusta, de Jovane Cabral (62). Capellini (74) ainda reduziu, mas este golo foi claramente insuficiente para ameaçar uma primeira parte de luxo dos 'verde e brancos'.

Com este resultado, o Sporting deixou o último lugar do grupo para somar agora quatro pontos, mais um do que a Juventus e três do que o Olympiacos, enquanto o Barcelona lidera com o pleno de nove pontos, após golear hoje os gregos por expressivo 5-0.

Os pupilos de Tiago Fernandes, que apenas tinham feito dois golos em outros tantos desafios antes disputados, foram sempre a equipa mais perigosa e objetiva e quando Rafael Leão inaugurou o marcador, já os lusos tinham ameaçado por duas vezes.

No primeiro tento, Leão, lançado por Miguel Luís, aproveitou o buraco no eixo da defesa transalpina e teve tempo de sentar o guarda-redes e atirar para a baliza deserta.

Depois, o avançado, que se estreou na equipa principal com um golo na Taça de Portugal frente ao Oleiros, ampliou com desvio, de primeira, a cruzamento de Abdu Conté, em contra-ataque.

Rafael Leão estava imparável e aos 39 foi derrubado, na área, por Kameraj, resultando em penálti que Miguel Luís converteu no 3-0.

O pesadelo da 'vecchia signora' teve novo capítulo antes do intervalo, com Jovane Cabral, desmarcado pelo inevitável Rafael Leão, a fugir aos defesas e atirar para fora do alcance do guarda-redes (0-4).

Com o jogo resolvido, o Sporting baixou o ritmo e a Juventus assumiu o controlo, embora sem colocar o conjunto luso em apuros, mesmo quando Jovane Cabral (62) foi expulso, em troca de mimos com adversário, que nem sequer foi admoestado.

O único tento da Juventus surgiu aos 74, com remate fora da área de Capellini, mas nem esse tónico mudou o figurino do jogo, com os 'leões' a manter o controlo de um triunfo que os colocam em posição privilegiada no grupo.

Jogo no centro de Treinos da Juventus.

Juventus -- Sporting, 1-4.

Ao intervalo: 0-4.

Marcadores:

0-1, Rafael Leão, 09 minutos.

0-2, Rafael Leão, 19.

0-3, Miguel Luís, 41 (grande penalidade).

0-4, Jovane Cabral, 44.

1-4, Capellini, 74.

Equipas:

- Juventus: Loria, Kameraj, Vogliacco, Zanandrea, Tripaldelli, Morrone (Montaperto, 69), Di Pardo, Caligara, Merio (Capelllini, 46), Caviglia (Portonova, 88) e Olivien.

(Suplentes: Busti, Meneghini, Portanova, Capellini, Montaperto, Kulenovic e Morachioli).

Treinador: Alessandro del Canto.

- Sporting: Luís Maximiano, Goulart Silva, Tiago Djaló, Abdu Conté, Miguel Luís, Daniel Bragança, Pedro Ferreira (Diogo Brás, 60), Thierry Correia, Tomas Silva (João Oliveira, 69), Jovane Cabral e Rafael Leão (Elves Baldé, 76).

(Suplentes: Filipe Rodrigues, João Ricciulli, Bernardo Sousa, Douglas Aurélio, Diogo Brás, Elves Baldé e João Oliveira).

Treinador: Tiago Fernandes.

Árbitro: Fran Jovíc (Croácia).

Ação disciplinar: Cartão amarelo a Vogliacco (20), Kameraj (39), Alessandro di Pardo (45+1), Rafael Leão (75), Montaperto (90) e João Oliveira (90+2) e Capelinni (90+2). Cartão vermelho a Jovane Cabral (62).

Assistência: cerca de 1.000 espetadores.