Desporto

Daniel Ramos alerta para "surpresas" no Estoril-Praia, com a mudança de treinador

Daniel Ramos alerta para "surpresas" no Estoril-Praia, com a mudança de treinador

O treinador do Marítimo, Daniel Ramos, disse hoje estar alertado para as mudanças no Estoril-Praia, com a entrada do novo técnico Ivo Vieira, no jogo de domingo, da 12.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Numa análise ao que tem sido a temporada dos 'canarinhos', Daniel Ramos salientou a motivação com a alteração no comando técnico e o tempo de preparação do adversário, considerando que o Estoril-Praia está em dificuldades "não por falta de valores individuais, mas sim em encontrar-se como equipa".

A nova 'cara' do conjunto lisboeta é uma incógnita, o que complica a tarefa aos 'verde-rubros', referiu o técnico.

"Existe alguma desvantagem, no sentido em que a mudança de treinador, a possibilidade de mudar a estrutura e o sistema, mudar a forma de atuar, pode apresentar alguma surpresa no estilo de jogo", afirmou na conferência de imprensa de antevisão da partida nos Barreiros.

A juntar a isso, do outro lado, a fazer a estreia como treinador do Estoril-Praia, está o madeirense Ivo Vieira, que orientou o Marítimo nas épocas 2014/15 e 2015/16, depois de também ter passado pela equipa B, mais um fator que beneficia os visitantes.

"Pode ditar algum acreditar ao Estoril de que é possível fazer um bom resultado porque já passou por aqui, conhece a casa e os jogadores, está identificado com a ilha e o futebol português", comentou.

Mesmo com todos esses fatores adversos, Daniel Ramos lembra que a equipa tem dado uma resposta positiva em todos os jogos, com base em pontos essenciais como "empenho, determinação, dedicação e organização".

"Temos de estar alerta para que possamos dar resposta e, perante a nossa massa associativa, na grande fortaleza que temos vindo a demonstrar, consigamos, com maior ou menor dificuldade, aquilo que queremos, que é vencer", referiu.

Com 22 pontos somados em 11 jornadas, o Marítimo tem boas hipóteses de atingir a melhor marca de sempre na primeira volta, ou sejam, os 29 pontos da época 1999/2000, sob comando de Nelo Vingada.

"O que tracei como objetivo internamente foi superar a marca da época passada, dos 26 pontos (ao fim da primeira volta). Se somarmos mais três pontos, ficamos mais perto. Vamos perseguir esse primeiro objetivo interno e, se for possível, chegar aos 30 pontos seria excecional, porque seria a manutenção garantida", comentou Daniel Ramos.

O treinador maritimista falou ainda da semana complicada em recuperar o plantel, depois de 120 minutos jogados num piso sintético, na Taça de Portugal, diante da AD Oliveirense, com um triunfo por 3-2.

Alguns jogadores tiveram mesmo de ser geridos "com pinças", mas a expectativa é a de apresentar um 'onze' a bom nível e com poucas alterações.

O Marítimo, quinto classificado, com 22 pontos, recebe o Estoril-Praia, 18.º e último, com seis, pelas 16:00 de domingo.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG