Nacional

Equipamentos de 1,2 ME começam a ser construídos este mês na Praia Norte

Equipamentos de 1,2 ME começam a ser construídos este mês na Praia Norte

O presidente da Câmara de Viana do Castelo anunciou hoje o início da construção, este mês, de dois equipamentos orçados em mais de 1,2 milhões de euros no âmbito requalificação da Praia Norte, estimando a conclusão até ao verão.

O socialista, que falava aos jornalistas à margem da reunião camarária, adiantou que o município "recebeu esta semana o visto do Tribunal de Contas (TC)", podendo iniciar a construção um restaurante panorâmico, orçado em mais de um milhão de euros, e de um edifício de apoio à prática desportiva, estimado em mais de 200 mil euros.

"O restaurante panorâmico, com rés-do-chão e primeiro andar, estará concluído até final do mês de agosto. O equipamento de apoio à prática desportiva estará pronto mais cedo", disse José Maria Costa.

Os dois equipamentos integram a empreitada de requalificação da praia Norte, a obra da Polis Norte, no valor de 2,4 milhões de euros, comparticipada pelo Programa Operacional Sustentabilidade e Eficiência no Uso de Recursos (POSEUR) e que integra diversas praças temáticas.

A empreitada, inaugurada em novembro passado pelo ministro do Ambiente, foi executada em duas fases, uma de defesa costeira e proteção de pessoas e bens na frente marítima da praia, e, numa segunda fase, a requalificação da frente Marítima, para "assegurar a manutenção equilibrada desta faixa da orla costeira particularmente ameaçada pelo efeito do mar e pela ocorrência de ocupação densificada".

Alvo de contestação por um movimento cívico local, que critica "o fim do estacionamento junto ao mar" existente naquela zona, a intervenção em causa abrangeu uma área equivalente a cinco campos de futebol.

A empreitada incluiu a demolição de três espaços de restauração, relocalizados em novas "praças", tendo sido criado "um calçadão junto ao mar" e, vários espaços verdes e campos de jogos.

Segundo o autarca, os dois novos bares construídos no âmbito da empreitada de requalificação, deverão "abrir este mês", com os antigos concessionários, após parecer emitido pela Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

Naquele espaço, foi ainda criado um parque infantil, com uma área superior a 2700 metros quadrados que tem como tema a ligação de Viana do Castelo ao mar, incluindo uma réplica do Navio Hospital Gil Eanes.

O parque pretende ser uma homenagem aos "homens do mar e do bacalhau, numa evocação marítima à pesca do bacalhau e aos Descobrimentos".

O autarca anunciou ainda que ter recebido visto do TC para a construção do troço da ecovia Litoral Norte, que vai ligar a praia do Cabedelo, na margem esquerda do rio Lima, à ponte Eiffel que assegura a ligação entre as duas margens há 140 anos, num investimento de cerca de 300 mil euros.

Na sessão ordinária do executivo foi adjudicada, por unanimidade, a empreitada de requalificação urbana da envolvente do jardim D. Fernando e da rua de Santiago, no valor de 773 mil euros.

As obras, que "deverão começar em abril", visam "substituir todas as infraestruturas das redes de abastecimento de água, saneamento básico, águas pluviais, gás e telecomunicações", bem como "a requalificação do espaço público e a valorização da envolvente do Instituto Politécnico de Viana do Castelo".

O executivo municipal adjudicou ainda, por unanimidade, a empreitada de ampliação da rede de águas residuais de São Romão do Neiva, na margem esquerda do rio Lima, no valor de 358 mil euros, integrada num investimento global de quatro milhões de euros a cargo dos Serviços Municipalizados de Viana do Castelo (SMSBVC).