O Jogo ao Vivo

Desporto

Frederico Morais mantém vontade de obter bom resultado em Peniche

Frederico Morais mantém vontade de obter bom resultado em Peniche

O português Frederico Morais assegurou hoje a vontade de alcançar um bom resultado na etapa portuguesa do circuito mundial de surf, em Peniche, apesar de ter sido relegado para a repescagem.

'Kikas', 13.º do 'ranking', terminou o 12.º e último 'heat' da primeira ronda na segunda posição, com 6,84 pontos, atrás do australiano Mick Fanning, campeão do mundo em 2007, 2009 e 2013 e atual 12.º do circuito, que somou 15,5.

"É muito complicado e seria muito complicado com qualquer atleta. O mar estava um autêntico totoloto, tanto vem uma onda muito boa como depois não vem nada. Ele apanhou duas ondas ótimas, uma excelente e outra muito boa, e é difícil combater isso", explicou o surfista natural de Cascais.

'Kikas' reconheceu que a onda falhada nos últimos minutos da bateria o deixou fora da corrida ao apuramento direto para a terceira ronda, mas reiterou a sua ambição: "Cai no final numa onda que me podia manter no 'heat', mas agora na segunda ronda o foco mantém-se, a vontade de ganhar e obter um bom resultado aqui continua, por isso é acreditar".

"As condições não estão excecionais, mas há ondas excecionais e se essa onda vier para nós, vai ser a onda da nossa vida. Está difícil, um bocado no limite, mas é para isso que cá estamos, para nos pormos à prova, e acho que tivemos bom surf o dia todo", frisou.

Ao longo do primeiro dia de competição do Meo Rip Curl Pro Portugal acorreram milhares de pessoas à praia de Supertubos, que aguardavam a entrada em prova do único português no circuito mundial.

"Só senti arrepios, ao entrar e ao sair na água, é um sentimento muito especial poder sentir isto em casa, não há muitas oportunidades para nos sentirmos assim, por isso o meu obrigado, do fundo do coração, a todos eles. Senti muito mais apoio desta vez, apesar da derrota soube a vitória, e poder viver este momento valeu a pena", admitiu 'Kikas', realçando a vontade de conseguir transmitir aos jovens os valores que recebeu da sua família.

Frederico Morais vai disputar a qualificação para a terceira ronda frente ao norte-americano Nat Young, 29.º do circuito, no sexto 'heat' da segunda eliminatória, depois de o 'wild card' português Vasco Ribeiro defrontar o australiano Owen Wright, quarto da hierarquia, na segunda bateria.

Além de Fanning, avançaram diretamente para a terceira eliminatória o sul-africano Jordy Smith, os havaianos John John Florence e Sebastian Zietz, o brasileiro Miguel Pupo, os australianos Julian Wilson, Matt Wilkinson, Ethan Ewing, Josh Kerr, Jack Freestone e Joel Parkinson e Michel Bourez, da Polinésia Francesa.

O período de espera do Meo Rip Curl Pro Portugal decorre até 31 de outubro.