Nacional

Governo: Sindicato dos Profissionais de Polícia diz que novo ministro devia ser "fora do governo"

Governo: Sindicato dos Profissionais de Polícia diz que novo ministro devia ser "fora do governo"

O Sindicato dos Profissionais de Polícia (SPP-PSP) considerou hoje que o novo ministro da Administração Interna devia ser alguém fora do atual governo, referindo que teme que sejam mantidas "as mesmas linhas orientadoras".

"Defendemos que devia ser alguém de fora do atual governo. Tememos que mantenha as mesmas linhas orientadoras e que não resolva os problemas", disse à Lusa Mário Andrade, do SPP-PSP.

No entanto, o sindicalista disse esperar que Eduardo Cabrita olhe para as reais necessidades da Polícia de Segurança Pública.

"Esperamos que reconheça as verdadeiras necessidades da PSP, algo que não foi reconhecido pela anterior ministra da Administração Interna", defendeu.

O primeiro-ministro propôs hoje ao Presidente da República a nomeação de Eduardo Cabrita para o cargo de ministro da Administração Interna e de Pedro Siza Vieira para ministro Adjunto do primeiro-ministro.

De acordo com a nota oficial do Governo, Eduardo Cabrita, até agora nas funções de ministro Adjunto do primeiro-ministro, substitui Constança Urbano de Sousa, que hoje se demitiu da pasta da Administração Interna.

Para o lugar de Eduardo Cabrita como ministro Adjunto do primeiro-ministro, António Costa escolheu Pedro Siza Vieira.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG