Nacional

Incêndios: Costa admite que aviso para riscos futuros pode ser erro político, mas é falar verdade

Incêndios: Costa admite que aviso para riscos futuros pode ser erro político, mas é falar verdade

O primeiro-ministro, António Costa, admitiu hoje que o aviso de que uma tragédia como os incêndios do fim de semana poderia voltar a acontecer até pode ser um "erro político", mas "é falar com verdade aos portugueses".

"Quando eu disse aos portugueses que não é possível garantir que não volte acontecer, não é uma fatalidade que eu aceito, é ter a consciência que todos temos - em primeiro lugar eu próprio - de tudo fazer para que não volte a acontecer. A primeira medida de prevenção é termos todos a consciência dos riscos", disse António Costa no debate quinzenal, em resposta a Assunção Cristas.

O primeiro-ministro reconheceu que "isso pode ser politicamente errado, pode ser até um erro político, mas é falar com verdade aos portugueses".

"E eu não gosto de cometer erros políticos, mas não aceitaria é que eu mentisse aos portugueses. Isso eu não faço", enfatizou.