Desporto

COMENTÁRIO: FC Porto marca encontro com Sporting nas 'meias' da Taça, ao vencer Moreirense

COMENTÁRIO: FC Porto marca encontro com Sporting nas 'meias' da Taça, ao vencer Moreirense

O FC Porto garantiu hoje uma vaga nas meias-finais da Taça de Portugal, nos quais vai defrontar o Sporting, ao vencer (2-1) em casa do Moreirense, resultado que mantém os portistas invictos há 18 jogos.

Herrera e Laýun, como golos aos oito e 20 minutos, colocaram os 'dragões' a vencer, mas Edno, 'reforço' de inverno dos cónegos que se estreou esta noite, ainda reduziu aos 73.

Com sete alterações para cada lado, face aos últimos jogos disputados - receção dos minhotos ao Benfica (derrota por 2-0) e receção dos 'dragões' ao Vitória de Guimarães (vitória por 4-2) - destaque para a estreia no 'onze' inicial, do lado do Moreirense, do médio Boubacar Fofana, um dos três reforços de inverno dos 'cónegos'.

No FC Porto, Sérgio Conceição fez entrar Casillas, Maxi, Felipe, Layún, Herrera, Hernâni e Soares para os lugares de José Sá, Ricardo, Reyes, Óliver, Corona, Marega e Aboubakar.

O atual líder isolado no campeonato, que procurava regressar às meias-finais, fase em que esteve apenas duas vezes nas últimas seis épocas, entrou determinado em campo, assumindo a responsabilidade do jogo, enquanto o Moreirense mostrava dificuldade em ganhar bolas.

E, em 20 minutos, dois golos com assinatura mexicana: aos oito Herrera fez o 1-0, após passe de Soares, e 12 minutos depois Miguel Laýun rematou cruzado para o fundo das redes dos minhotos.

O total domínio do FC Porto só foi interrompido à meia hora de jogo, quando culminando uma jogada de contra-ataque, Rafael Costa isolou Ronaldo Peña que rematou para defessa de Casillas e, na recarga, Zizo atirou para fora.

Na segunda parte, o Moreirense não mostrava argumentos para contrariar a superioridade 'azul e branca' que ia gerindo a vantagem aproximando-se, a espaços, da baliza à guarda de Jhonatan que susteve, aos 52 minutos, um cabeceamento de André André.

Alex Telles também tentou o 3-0 mas a 'bomba' saiu por cima do travessão do Moreirense (59 minutos) e Hernâni, numa jogada individual de excelência, deixou para trás vários adversários, mas à entrada da área foi desarmado por Rúben Lima (66). Pelo meio só Rafael Costa mostrava estar inconformado com a desvantagem, mas o remate forte do brasileiro desviou num jogador portista e acabou em canto (61).

Com o aproximar dos últimos 20 minutos de jogo - que ficou marcado pelos cânticos da claque visitante que pedia a entrada de Marega que entoou insistentemente um "Oh Conceição mete o Marega" - assistiu-se a um novo sopro da equipa local que começou a pressionar mais a defensiva adversária conseguindo mesmo chegar ao golo por intermédio de outro dos reforços de inverno de Sérgio Vieira.

Edno, que tinha entrado ao intervalo estreando-se com a camisola dos vimaranenses, aproveitou um cruzamento de Tozé, encontrou espaço entre Marcano e Felipe e cabeceou sem hipóteses de defesa para o guardião espanhol do FC Porto (73 minutos).

O Moreirense, que só marcou presença numa semifinal da Taça de Portugal - foi na época 1999/2000, tendo sido eliminado pelo Sporting - ameaçava estragar a tranquilidade portista, embora Soares tenha tentado acabar com as dúvidas, mas atirou por cima aos 80 e ao lado quatro minutos depois, após cruzamento de Maxi Pereira.

O FC Porto junta-se assim, como semifinalista da Taça de Portugal, ao Sporting, ao Desportivo das Aves e ao surpreendente emblema da zona oeste que joga no Campeonato de Portugal, o Caldas.

Jogo no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.

Moreirense - FC Porto, 1-2.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Herrera, 08 minutos.

0-2, Layún, 20.

1-2, Edno, 73.

Equipas:

- Moreirense: Jhonatan, Koffi, Iago, André Micael, Rúben Lima, Boubacar Fofana, Neto (Edno, 46), Rafael Costa, Tozé (Cadiz, 88), Zizo e Peña (Dramé, 84).

(Suplentes: Felipe, Matheus, Hichem, Bruno Remires, Dramé, Cadiz e Edno).

Treinador: Sérgio Vieira.

- FC Porto: Casillas, Maxi Pereira, Felipe, Marcano, Alex Telles, Danilo Pereira, Layún, Herrera, Hernâni (Ricardo, 70), Brahimi (André André, 45) e Soares (Aboubakar, 87).

(Suplentes: José Sá, Ricardo, Reyes, André André, Óliver, Marega e Aboubakar).

Treinador: Sérgio Conceição.

Árbitro: Manuel Oliveira (AF Porto).

Ação disciplinar: cartão amarelo para Koffi (56) e Iago (79).

Assistência: 4.154 espetadores.

ver mais vídeos