Economia

Importações de madeira e mobiliário crescem 7% e importações aumentam 4%

Importações de madeira e mobiliário crescem 7% e importações aumentam 4%

As importações de madeira e mobiliário atingiram quase 1.033 milhões de euros até agosto, um crescimento de 7% face ao mesmo período de 2016, enquanto as exportações subiram 4% para 1.543 milhões de euros, divulgou hoje o sector.

Segundo as estatísticas de comércio internacional referentes ao período entre janeiro e agosto, hoje divulgadas pela Associação das Indústrias da Madeira e Mobiliário de Portugal (AIMMP), para os resultados contribuíram as importações de colchoaria, que cresceram 21% para 13,851 milhões de euros e de mobiliário, que subiram 14% para 556,259 milhões de euros, isto face aos primeiros oito meses de 2016.

As compras ao exterior de painéis de madeira também tiveram um acréscimo, de 13% (150,265 milhões de euros), assim como de carpintaria, área na qual se verificou um aumento de 11% (74,268 milhões de euros).

Por seu lado, registaram-se decréscimos nas importações de embalagem de madeira (menos 10% para 19,566 milhões de euros) e de serração de madeira (redução de 9% para 218,682 milhões de euros).

Em 2016, o total de importações fixou-se em 960,941 milhões de euros.

No que toca às exportações, subiram 4%, passando de 1.484 milhões de euros entre janeiro e agosto de 2016 para 1.543 milhões de euros no mesmo período deste ano.

O maior aumento foi de 12% na colchoaria para 83,098 milhões de euros, seguindo-se as fileiras da embalagem de madeira (com um acréscimo de 7% para 32,569 milhões de euros), do mobiliário (com mais 6% para 1.055 milhões de euros) e da carpintaria (aumento de 1% para 123,647 milhões de euros).

Variações negativas tiveram as exportações de painéis de madeira e de serração de madeira, que sofreram uma redução de 5% para 144,013 milhões de euros e 104,279 milhões de euros, respetivamente.

De acordo com os dados da AIMMP, os montantes têm vindo a aumentar desde 2015, ano em que as exportações rondaram os 1.438 milhões de euros e as importações atingiram 823,135 milhões de euros.

Conteúdo Patrocinado